quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Celulares podem proteger cérebro contra doença de Alzheimer



Estudos recentes indicam que as ondas eletromagnéticas emitidas pelos telefones celulares podem prevenir o Mal de Alzheimer.

Até há bem pouco tempo atrás, no início das comunicações móveis, tentava-se provar que os telefones celulares não causavam câncer e outras doenças relacionadas. Pois bem, agora estudos de pesquisadores norte-americanos publicados na revista Journal of Alzheimer's Disease indicam que as ondas celulares preservam a memória e o raciocínio.

Após serem submetidos a ondas celulares por longos períodos de tempo, ratos com a doença de Alzheimer se saíram bem em testes de memória e raciocínio, tanto quanto ratos saudáveis. Os ratos foram submetidos a ondas celulares equivalentes a exposição de duas horas diárias, durante 9 meses.

O artigo completo você pode ler em: Celulares podem proteger cérebro contra doença de Alzheimer - O Globo

 
Para entender as ondas celulares
 
Quando falamos ao telefone, uma corrente elétrica é convertida pelo processador do celular em sinal analógico ou digital, na forma de ondas eletromagnéticas. Estas ondas propagam-se até as torres e depois são convertidas novamente em sinais elétricos e enviados a outro celular.

1 torpedos:

leticia disse...

nossa que interessante...

11 de janeiro de 2010 11:12

Postar um comentário

Gostou deste SMS? Achou que o Post poderia se aprofundar mais no assunto? Ficou com alguma dúvida? Comente....Critique....Dê sugestões.....Afinal, sua opinião é muito importante